saiba-como-incentivar-idosos-a-aderirem-a-tecnologia.jpeg

Foi-se o tempo em que a terceira idade era um período de solidão, isolamento e tristeza. Com as recentes conquistas em saúde e qualidade de vida, os idosos chegam à aposentadoria aptos a realizar atividades e desfrutar de possibilidades impensáveis para antigas gerações.

Embora a utilização de computadores e de recursos tecnológicos seja uma novidade para muitos idosos, cada vez mais eles têm se aventurado a iniciar essa jornada em busca de conhecimento e interação.

E como a motivação é a base de qualquer aprendizado prazeroso, não poderíamos deixar de dar algumas dicas sobre como incentivar idosos a aderirem à tecnologia. Prontos para começar?

1. Descubra o que desperta o interesse

Os motivos que levam as pessoas aos meios tecnológicos são variados. Enquanto algumas estão mais interessadas em informações e leitura, outras podem querer coisas novas ou se comunicar com os que estão distantes.

A internet apresenta um mundo de descobertas que permite conversarmos com as pessoas que amamos, aprender a fazer aquele artesanato especial, conhecer melhor o mundo em que vivemos e muitas outras coisas. Por isso, para aprender a lidar com ela, nada melhor do que encontrar uma área de identificação, para a qual a internet possa ser uma porta de entrada. 

Ao reconhecer as áreas de interesse do aprendiz, será mais fácil fazer com que ele realmente queira enfrentar obstáculos para atingir seus objetivos. Aí, metade do trabalho estará feito!

2. Fale a língua do idoso

Sem percebermos, ao lidarmos com a tecnologia nós desenvolvemos um dialeto próprio. Deletamos, apertamos o enter, entre tantas outras ações, isso sem contar outras expressões que desenvolvemos ao usar as redes sociais.

Ao ensinar alguém que não está familiarizado com esse vocabulário, devemos nos lembrar de que é preciso explicar as ações passo a passo, em uma linguagem que a pessoa entenda. Repita a informação sempre que for necessário, tranquilamente.

3. Incentive a prática

A maior parte das pessoas que utiliza dispositivos tecnológicos é composta por nativos digitais — pessoas que já nasceram nesse contexto de revolução digital — ou aqueles que foram aprendendo a lidar com eles gradualmente, à medida que eram desenvolvidos.

Portanto, não é razoável exigir que, de um momento para outro, os idosos tenham a habilidade para dominá-los completamente. Aprendizagem requer prática. Para incentivar isso, crie um tutorial em papel e deixe ao lado do computador. Assim, a pessoa poderá praticar essas ações recorrendo ao meio escrito, se precisar.

4. Interaja

Uma ótima maneira de incentivar o idoso a utilizar a tecnologia é interagir com ele através desses meios, sempre que possível. Ninguém se sentirá motivado a utilizar redes sociais ou aplicativos de mensagens, por exemplo, se isso não proporcionar a oportunidade de contato virtual. Por isso, seja virtualmente presente.

5. Recorra aos cursos

Já existem, atualmente, cursos específicos para idosos que desejam aprender a usar tablets, celulares e computadores.

Além de serem desenvolvidos pensando especificamente nas características dessa faixa etária, eles têm a oportunidade de encontrar outras pessoas da mesma idade e sentem-se encorajados ao perceberem que elas enfrentam os mesmos desafios. Essa é uma boa alternativa, que promove o aprendizado e a convivência!

E aí? Gostou das nossas dicas para incentivar idosos a usarem a tecnologia? Elas podem ser úteis para outras pessoas, também! Então, não perca tempo e compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais! 

Escrito por lincare