As rotinas corridas e o grande stress urbano têm trazido cada vez mais males à saúde das pessoas. Em nosso país, a primeira causa de mortes é o infarto, doença que tem sido potencializada pelo stress, além de outros fatores como o tabagismo e má alimentação. Pensando nisso, vamos dar dicas ao leitor de como identificar um infarto para agir com precisão na prestação de socorro a uma vítima. Curioso? Então nos acompanhe!

O que é o infarto e como ele acontece

O infarto, que pode levar a uma parada cardíaca, acontece quando uma porção do músculo cardíaco necrosa por não receber irrigação sanguínea. Isso acontece, em grande parte, por conta do acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos, que vai aos poucos obstruindo a artéria coronária.

Como identificar um infarto

Os sintomas do infarto são relacionados às dores fortes no peito. Pacientes infartados relatam uma forte sensação de compressão e ardor nessa região e comparam o desconforto a uma forte azia. Há também relatos da irradiação dessa dor para os braços e para a mandíbula.

A dor do infarto começa no lado esquerdo do peito (onde fica o coração) e a pessoa afetada pode ter também sintomas como agitação, respiração curta e um ataque de ansiedade durante o episódio. Sudorese excessiva e náuseas também são sintomas comuns.

Uma dificuldade a mais para a detecção de um ataque cardíaco é que esses sintomas variam muito na intensidade e na forma como se manifestam, além de serem sentidos de forma distinta por homens e mulheres, idosos e pessoas diabéticas.

Como proceder em caso de infarto

A famosa massagem cardíaca é o procedimento mais indicado até a chegada da ambulância. Não se esqueça, em caso de infarto, que a primeira providência deve ser ligar para o 192 e chamar uma ambulância informando também a necessidade do desfibrilador portátil (DEA) para o atendimento.

Já o procedimento correto da massagem cardíaca deve observar as seguintes orientações: 

  • Posicione as mãos sobre o peito da vítima, no centro, entre os mamilos.
  • Use o peso do seu próprio corpo para empurrar com força suas mãos sobre o peito da vítima.
  • Faça isso de forma intensa, rápida e constante, contando dois empurrões por segundo. 

As massagens devem continuar de forma constante até a chegada da ambulância. Pelo grande stress físico e emocional em quem aplica a massagem, convém revezar com outra pessoa, se houver na hora alguém disponível. 

Outra coisa que não se pode esquecer nessas horas é de sempre ter em mãos o celular, para o caso da ambulância tentar fazer algum contato com você. 

O infarto é grave e requer que a pessoa seja levada ao hospital com urgência. Isso porque o coágulo criado vai bloqueando a passagem do sangue e matando os tecidos do músculo cardíaco. Por isso, quanto mais tempo demorar o início do tratamento, maiores serão os danos ao coração do paciente.

A boa notícia é que os tratamentos atuais, se aplicados em até 1 hora após iniciarem os sintomas, possibilitam boas chances de recuperação total do paciente.

Então, leitor, viu como é importante saber como identificar um infarto para preservar a vida de quem você ama? Para ter acesso em primeira mão a mais conteúdos como esse, assine nossa newsletter.

Escrito por Lucas Costa
Designer de produto, complexo e apaixonado pelo Design com o foco no ser humano. Utilizo o Marketing Digital, Inbound Marketing juntamente com minha experiência de 6 anos na área da saúde para produzir informações úteis e importantes para o cotidiano das pessoas. Fã número um de vídeos de mágica, séries dramáticas, filmes antigos, temperos diferentes e danças sensuais transformo tudo em ideias para pautas.