Ter qualidade de vida na terceira idade significa aproveitar os benefícios da fase e, ao mesmo tempo, respeitar os limites trazidos pelo envelhecimento.

Assim, não é necessário que o idoso comece a escalar montanhas ou pular de paraquedas para ser realmente feliz e desfrutar ao máximo o seu dia a dia. A verdade é que para ter qualidade de vida na terceira idade basta seguir algumas ações simples, que revelarão bons hábitos para o seu cotidiano.

Acompanhe as dicas que trouxemos aqui no post para ajudar você. Confira!

1. Pratique exercícios físicos regularmente

Além de fazer bem para a saúde física, fortalecendo o sistema cardiovascular, ósseo e muscular, o exercício físico promove a liberação de neurotransmissores que afastam a depressão e a ansiedade, além de trazer mais energia para a prática de outras atividades.

2. Mantenha-se ocupado

Após a aposentadoria, é comum que a pessoa se sinta isolada socialmente e limitada às poucas tarefas de casa, mas o ideal é que o idoso utilize essa fase para se dedicar às atividades que lhe interessaram durante a vida e descobrir novas experiências.

Aprenda uma língua nova, cuide do jardim, descubra como degustar vinhos e queijos, ajude a cuidar dos netos, leia bons livros, vá ao cinema, crie alguma arte e agende algumas viagens. Se manter ocupado é fundamental para estimular a mente, fazer novas amizades e não se deixar levar pelo desânimo ou pela preguiça.

3. Conviva com a família

Com mais tempo livre na agenda, dá para ir além dos tradicionais almoços de domingo e começar a passar mais tempo com a família, seja passeando com os netos e descobrindo mais sobre as atividades preferidas deles ou agendando aulas de ioga ou viagens com as filhas.

Esses momentos fortalecem os laços familiares, permitindo que os idosos recebam cuidado e atenção das novas gerações e transmitam toda a sabedoria que conquistaram ao longo da vida.

4. Não abandone a relação a dois

O namoro durante a terceira idade é tão importante quanto em outras fases da vida. É preciso atender à necessidade humana de compartilhar a vida com uma boa companhia, afastar a solidão e satisfazer o desejo sexual, que, ao contrário do que muitos acreditam, não some à medida que a idade avança.

Para isso, aposte na vida amorosa e no romance, marcando encontros e passeios com o parceiro e tendo novas experiências.

5. Faça novas amizades

À medida que realiza atividades inusitadas e descobre novos gostos, o idoso também vai conquistando amigos e fortalecendo seu círculo social. Isso afasta a solidão e aumenta a disposição para buscar ainda mais atividades e fazer novas amizades — um ciclo vicioso positivo para a vida do idoso.

6. Procure se adaptar para ganhar qualidade de vida

Com as mudanças no corpo, os movimentos vão ficando mais lentos, a audição e a visão pioram, as dores se tornam mais frequentes e o consumo de medicamentos aumenta. Uma vez que o idoso entenda e aceite essas mudanças, será possível contorná-las ou pelo menos adaptar-se a elas sem muitas dificuldades.

Mudar o jeito de fazer as coisas deve ser encarado como uma forma de descobrir novas oportunidades e ter novas experiências, não como algo negativo.

Além disso, é possível contar com a tecnologia para ter mais tranquilidade nessa fase da vida. Já existem dispositivos, com os relógios inteligentes, que medem alguns indicadores relacionados à saúde do portador. Eles também possuem um botão de emergência que, se acionado, envia um alerta para os familiares cadastrados.

Gostou das nossas dicas sobre qualidade de vida na terceira idade? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do blog!

Escrito por lincare