Para desfrutar da terceira idade com tranquilidade e prazer, é importante ter uma boa estabilidade e não deixar os gastos saírem do controle financeiro. Mesmo para quem não conseguiu juntar um pé de meia ao longo da vida, ainda há tempo de se livrar das dívidas e organizar as finanças com o salário de aposentado.

Quer descobrir como atingir o controle financeiro na terceira idade? Aqui vão algumas dicas!

1. Crie um orçamento financeiro

Se você ainda não tem um orçamento mensal que descreva cada um dos seus gastos, está na hora de criá-lo! Anote todas as suas despesas diárias, independentemente dos valores, e separe-as em categorias para facilitar a análise. Acrescente também as receitas para ter certeza de quanto você ganha todo mês. Quem preferir pode usar planilhas do excel ou aplicativos de finanças nessas tarefas, mas papel e caneta já são suficientes.

Com o orçamento em mãos, fica mais fácil ver para onde o dinheiro vai todos os meses e alterar essas despesas de acordo com o seu planejamento. Você pode descobrir, por exemplo, que seus gastos com restaurantes e táxis são mais altos do que você imagina e que não seria tão difícil substituir esses hábitos por outros mais baratos.

2. Sempre negocie descontos para compras à vista

Para quem já tem o dinheiro da compra na mão, é essencial negociar um desconto para pagamentos à vista. Para o comerciante, receber o dinheiro de uma só vez, sem a mediação de bancos ou empresas de cartão de crédito, é vantajoso, e ele quase sempre poderá lhe oferecer um desconto considerável na compra, estimulando você a escolher essa forma de pagamento.

3. Pesquise preços e condições de pagamento antes de comprar

Quem presta atenção aos preços sabe que há uma variação considerável no valor apresentado pelas lojas, e o que era uma diferença pequena em única compra acaba se tornando grande à medida que se acumula nas compras ao longo dos anos.

Por isso, antes de adquirir qualquer produto, faça uma pesquisa de mercado e compare os preços e as condições de pagamento, analisando como cada compra se encaixaria no seu planejamento financeiro e o que você faria com o dinheiro economizado.

4. Evite parcelamentos com juros

Apesar da aparente facilidade de pagamento a prazo em diversas parcelas, é preciso ter muito cuidado com os juros. Essas taxas podem fazer com que o preço final do produto aumente consideravelmente, não compensando a compra.

Se você ainda não tem todo o dinheiro para realizar a compra à vista — e de preferência com desconto —, guarde a quantia que você já possui e adie a aquisição do bem por mais alguns meses.  

5. Planeje uma reserva para emergências

Para que as emergências não gerem um descontrole total das finanças e obrigue você a pedir empréstimos com juros altos, é importante ter certa quantia de reserva disponível para ser gasta a qualquer momento.

Esse dinheiro pode ser usado para emergências médicas, para consertar itens essenciais de casa que quebraram ou para cobrir algum problema com uma fonte de receita, por exemplo, evitando o desespero.

6. Fique atento aos gastos com a família

Muitos idosos ainda contribuem para a maior parte do rendimento familiar, sustentando filhos e netos. Sempre que possível, reavalie essa situação e estimule o restante da família a se tornar mais independente financeiramente, permitindo que você tenha mais dinheiro livre para investir no seu próprio conforto e em qualidade de vida.

Gostou das nossas dicas sobre controle financeiro? Então assine a nossa newsletter e receba as nossas próximas postagens diretamente no seu e-mail.

Escrito por lincare